Magia Vampírica

Muitos vivem perguntando se existe realmente vampiros ou algo relacionado ao vampirismo. Sim, nas variadas vertentes da magia há o que denominamos de Magia Vampírica, mas essa não está entrelaçada com o fantasioso o qual é necessário sugar ou beber sangue humano, ou dos animais. Entretanto,  está relacionado com a sucção de energia, podendo causar loucura ou até a morte da vítima.

Para saber como utilizar a magia vampírica é necessário ter  uma ótima  projeção, através da mentalização, nisso você terá que criar uma criatura demoníaca ou vampiresca  para estar próximo, ou nas costas , da vítima, imaginando esse ser a sugando. Todo dia, repita esse rito imaginando ela fraca ou ficando enlouquecida.

Outro meio para praticar a magia vampírica é canalizar esse ser mental em uma plantinha, saiba que as plantas são sensíveis às baixas energias, que a levará  à morte. Pegue uma planta de sua preferia, ou até mesmo uma flor, e coloque em sua frente. Deixe então as mãos envolta da planta/flor  e projete um ser obscuro sugando a vitalidade e a energia da mesma. Magnetize-a por fim . E se caso ela vir a murchar é porque deu certo.

Mas cuidado com essa magia, pois pelo que vimos ela causa dano a vítima, isso que dizer que ela está classificada como magia negra, porém psíquica.

Magia Sexual e sua canalização!

Olá, Bruxos e Bruxas de plantão! Hoje iremos falar um pouco sobre a magia sexual e sua canalização, certamente explicaremos como ela funciona, utilizando obviamente teorias vindas de algumas religiões de aspecto espírita. A magia sexual é praticada por diversas pessoas que utilizam de meios esotéricos como religião ou forma de vida. Assim sendo, ouviremos e leremos muito a respeito dessa prática ao focarmos em artigos criados por Wiccanos, Thelemitas, Magistas das antigas tradições pagãs  e até mesmo no candomblé, pois é um assunto rico e vasto no campo do ocultismo.

Alem disso, a magia sexual é uma ciência oculta que visa direcionar a energia para um determinado objetivo, cujo meios são variados. Porém quando ouvimos falar em práticas de rituais sexuais, imaginamos – pelo menos minha pessoa – em vários magistas dentro de um circulo mágico praticando o que chamamos de orgia. Mas devo ressaltar que essa não é uma forma muito segura nos dias atuais e que existem outras formas mais poderosas de magias sexuais.  Pois bem, pode-se se dizer que muitos dos divulgadores e médiuns da doutrina Espírita tratam o assunto com seriedade e explicando que quando a energia sexual é voltada ao amor por alguém, o qual sua casa esteja devidamente equilibrada de boas vibrações, ocorre um fenômeno involuntário de invocação de espíritos iluminados para proteger o ato sexual contra espíritos zombeteiros. Dessa forma, o corpo de ambos parceiros entram em êxtase em busca do prazer, renovando até mesmo os fluidos e as energias. Com isso, quando o ato sexual é feito por quem amamos, caso estejamos equilibrados e harmoniosos, esse processo resultará na invocações de espíritos elevados que ajudarão a exorcizar qualquer espírito maligno que estejam no ambiente (explicação na visão do ocultismo); sem esquecer da renovação das energias. Outros meios que podemos destacar aqui é o por quê grandes médiuns e espiritualistas abrem mãos da vida sexual e vivem um caminho harmonioso com a vida, buscando sempre se disciplinar? Então, segundo visionários espíritas acreditam que quando mais nos educarmos e controlarmos os impulsos sexuais o corpo, como um organismo inteligente , reutilizará essas energias sexuais para outras funções do corpo de maneira espontânea a fim de cooperar até mesmo nos fenômenos mediúnicos. Ressaltando que quando há uma conduta sexual fora do normal acaba resultando na suspensão da intermediação com os espíritos e a energia sexual, por sua vez, se esvai; tornando-se em problemas mentais compulsivos. Vemos no campo da magia crianças devidamente educadas e puras dos prazeres carnais, conseguem realizar proezas em ritos esotéricos. Até mesmo no campo mediúnico.

Portanto, sabendo a fórmula correta de como canalizar as energias sexuais, assim também de como fazê-las, de modo que não os impregnem de vibrações negativas; resultando em grandes benefícios. Citamos a Doutrina Espírita de Allan Kardec para explicarmos as leis dos espíritos, porém não influência nas leis da demonologia e na angeologia (nem na angelologia).

  • Segue a conjuração da magia sexual aos espíritos protetores – rito de exorcismo:

Eu, …………, invoco os espíritos celestes em nome do Deus(a) da criação e da magia, para proteger as pessoas que amo, contra forças inferiores!

Clamo ao céu, a terra, ao fogo, a água e aos espíritos que expulsem tudo lançado e enviado a mim!

Inicio o primeiro rito em nome do amor ao meu parceiro e a mim. Que nosso sexo seja  a renovação de tudo e que purifique meu doce lar!

Em nome da criação se seja feita a nossa vontade!

(Essa conjuração deve ser feita antes do ato sexual iniciar)

  • Quando um ou os dois parceiros chegarem ao orgasmos é necessário dizer:

Ego pulsus et malum! 

“Um bom mago não é aquele que encanta alguém, e sim aquele que cuida para que não achem o antídoto.” –Erika Mohaine

Continuar lendo