Voodu Maleficus

O voodu, segundo as fontes disponíveis, é uma religião de matriz africana, o qual se assemelha bastante com o candomblé, cujos praticantes cultuam deuses. Essa mesma religião utiliza de bonecos ritualísticos para a realização de trabalhos, que podem se voltados para bem ou mal.

Por conta disso, muitas pessoas ficaram por dentro dessa prática ritualista com bonecos, resultando na disseminação da mesma. Além disso, o voodu sofreu bastante adaptação de acordo com as variadas vertentes religiosas, e por esse motivo irei ensinar o encantamento do Voodu Maleficus ou, também conhecido,  voodu das bruxas.

Para dar início ao encantamento será necessário : um boneco de pano ou sebo (bonecos específicos para voodu),  caixa de madeira em formato de cubo, pregos ou/e alfinetes, vela de sebo (banha) e linha.

Imagens dos itens:

Caso seja um feitiço para amor, será necessário um fio de cabelo ou gota de sangue da pessoa amada. Depois insira esse material genético dentro do boneco de pano, assim alfineteia o boneco na região do coração e do cérebro, alfinetes de pérola vermelha (igual a imagem acima), e, por fim, amarre os braços e pernas do boneco com a linha de coloração vermelha.

Para finalizar, coloque o boneco dentro da caixa, que contenha um pentagrama desenhada na tampa superior (proteção contra negatividade), e feche com pregos. Faça um buraco no solo e insira a caixa dentro, tampando o buraco com terra-preta (terra para plantação). Por fim, acenda a vela de sebo e conjuro este encantamento:

Pelas forças dos espíritos ancestrais, peço agora que encantem o meu boneco voodu e concretizem o meu íntimo desejo de ………..(coloque seu desejo). Sendo em nome do amor, ou em nome da minha vontade, seja o preço que for, traga-me o meu(minha) amado(a). Pois esse é o momento, essa é a hora. Que assim seja.

Atiramos o passado ao abismo,mas não nos inclinamos para ver se está bem morto – William Shakespeare. 

Magia Vampírica

Muitos vivem perguntando se existe realmente vampiros ou algo relacionado ao vampirismo. Sim, nas variadas vertentes da magia há o que denominamos de Magia Vampírica, mas essa não está entrelaçada com o fantasioso o qual é necessário sugar ou beber sangue humano, ou dos animais. Entretanto,  está relacionado com a sucção de energia, podendo causar loucura ou até a morte da vítima.

Para saber como utilizar a magia vampírica é necessário ter  uma ótima  projeção, através da mentalização, nisso você terá que criar uma criatura demoníaca ou vampiresca  para estar próximo, ou nas costas , da vítima, imaginando esse ser a sugando. Todo dia, repita esse rito imaginando ela fraca ou ficando enlouquecida.

Outro meio para praticar a magia vampírica é canalizar esse ser mental em uma plantinha, saiba que as plantas são sensíveis às baixas energias, que a levará  à morte. Pegue uma planta de sua preferia, ou até mesmo uma flor, e coloque em sua frente. Deixe então as mãos envolta da planta/flor  e projete um ser obscuro sugando a vitalidade e a energia da mesma. Magnetize-a por fim . E se caso ela vir a murchar é porque deu certo.

Mas cuidado com essa magia, pois pelo que vimos ela causa dano a vítima, isso que dizer que ela está classificada como magia negra, porém psíquica.

Magia Sexual e sua canalização!

Olá, Bruxos e Bruxas de plantão! Hoje iremos falar um pouco sobre a magia sexual e sua canalização, certamente explicaremos como ela funciona, utilizando obviamente teorias vindas de algumas religiões de aspecto espírita. A magia sexual é praticada por diversas pessoas que utilizam de meios esotéricos como religião ou forma de vida. Assim sendo, ouviremos e leremos muito a respeito dessa prática ao focarmos em artigos criados por Wiccanos, Thelemitas, Magistas das antigas tradições pagãs  e até mesmo no candomblé, pois é um assunto rico e vasto no campo do ocultismo.

Alem disso, a magia sexual é uma ciência oculta que visa direcionar a energia para um determinado objetivo, cujo meios são variados. Porém quando ouvimos falar em práticas de rituais sexuais, imaginamos – pelo menos minha pessoa – em vários magistas dentro de um circulo mágico praticando o que chamamos de orgia. Mas devo ressaltar que essa não é uma forma muito segura nos dias atuais e que existem outras formas mais poderosas de magias sexuais.  Pois bem, pode-se se dizer que muitos dos divulgadores e médiuns da doutrina Espírita tratam o assunto com seriedade e explicando que quando a energia sexual é voltada ao amor por alguém, o qual sua casa esteja devidamente equilibrada de boas vibrações, ocorre um fenômeno involuntário de invocação de espíritos iluminados para proteger o ato sexual contra espíritos zombeteiros. Dessa forma, o corpo de ambos parceiros entram em êxtase em busca do prazer, renovando até mesmo os fluidos e as energias. Com isso, quando o ato sexual é feito por quem amamos, caso estejamos equilibrados e harmoniosos, esse processo resultará na invocações de espíritos elevados que ajudarão a exorcizar qualquer espírito maligno que estejam no ambiente (explicação na visão do ocultismo); sem esquecer da renovação das energias. Outros meios que podemos destacar aqui é o por quê grandes médiuns e espiritualistas abrem mãos da vida sexual e vivem um caminho harmonioso com a vida, buscando sempre se disciplinar? Então, segundo visionários espíritas acreditam que quando mais nos educarmos e controlarmos os impulsos sexuais o corpo, como um organismo inteligente , reutilizará essas energias sexuais para outras funções do corpo de maneira espontânea a fim de cooperar até mesmo nos fenômenos mediúnicos. Ressaltando que quando há uma conduta sexual fora do normal acaba resultando na suspensão da intermediação com os espíritos e a energia sexual, por sua vez, se esvai; tornando-se em problemas mentais compulsivos. Vemos no campo da magia crianças devidamente educadas e puras dos prazeres carnais, conseguem realizar proezas em ritos esotéricos. Até mesmo no campo mediúnico.

Portanto, sabendo a fórmula correta de como canalizar as energias sexuais, assim também de como fazê-las, de modo que não os impregnem de vibrações negativas; resultando em grandes benefícios. Citamos a Doutrina Espírita de Allan Kardec para explicarmos as leis dos espíritos, porém não influência nas leis da demonologia e na angeologia (nem na angelologia).

  • Segue a conjuração da magia sexual aos espíritos protetores – rito de exorcismo:

Eu, …………, invoco os espíritos celestes em nome do Deus(a) da criação e da magia, para proteger as pessoas que amo, contra forças inferiores!

Clamo ao céu, a terra, ao fogo, a água e aos espíritos que expulsem tudo lançado e enviado a mim!

Inicio o primeiro rito em nome do amor ao meu parceiro e a mim. Que nosso sexo seja  a renovação de tudo e que purifique meu doce lar!

Em nome da criação se seja feita a nossa vontade!

(Essa conjuração deve ser feita antes do ato sexual iniciar)

  • Quando um ou os dois parceiros chegarem ao orgasmos é necessário dizer:

Ego pulsus et malum! 

“Um bom mago não é aquele que encanta alguém, e sim aquele que cuida para que não achem o antídoto.” –Erika Mohaine

Continuar lendo

UMA CRIATURA SELADA!

Olá, ocultistas , espero que estejam bem?  Enfim, recebi uma mensagem na página oficial do Ocultismo e Bruxaria perguntando se não teria mais algo inédito e, certamente, melhorado. Sim, claro que terá e tenho pretensão de juntar um número significante de seguidores e praticantes de bruxaria – ou ocultismo. No entanto, estou sozinho e sem ajuda nenhuma, nem sequer para prosseguir ativamente a continuar o blog, pois para ter um bom blog tem que ter entretenimento e novidade . Mas para trazer realmente novidade polêmicas para o blog sobre as diversas alicerces do ocultismo necessitaria de uma biblioteca conceituada ou de um profissional de informática para acessar a difícil área  de arquivos ocultados da internet , também conhecida como a “Deep Web” onde há coisas que o governo e as sociedades secretas querem esconder do mundo , inibindo informações sigilosas a serem divulgadas nas ferramentas de buscas via internet comuns. Imagens chocantes e cenas macabras. Até mesmo que me chamou muito atenção foi ver que o próprio Gerald Gardner, fundador da Wicca Moderna, fazia magia negra para invocar demônios (sobre qual alegação?). Sendo que a tradição WICCA nunca foi voltado ao demônio, mas sim aos deuses e a natureza.  Não se trata de  montagens ou de uma simples calunia ao Gardner, sendo que sempre fui fã da sua coragem e ousadia para divulgar a bruxaria em plena década de 50, na Inglaterra.  Bem, para não ficarmos tão sem conteúdo vou relatar um evento recente que me aconteceu, vou  relatar da mesma forma que transcorri outra vez no tema “UMA VISITA INESPERADA”, que de fato foi uma ocorrência que presenciei de verdade;mas, acreditem quem quiser… Enfim, no dia 19 de dezembro de 2014 , tive a oportunidade de me desanexar da realidade por um bom período, onde pude conversar com uma criatura que tinha a minha própria fisionomia,  no entanto possuía uma característica sombria.

Era uma noite de Sexta-Feira, quando em São Paulo começou a ter uma chuva fortíssima que gerou queda de energia em muitos bairros da capital. Então, estava eu em casa sozinho quando isso tudo ocorreu, faltou energia e eu não tinha quase nenhuma fonte secundaria para produzir luz, ou iluminação, apenas do meu celular que estava em 15 % de bateria. Sem saída permaneci algum tempo na escuridão da sala e pensando numa maneira de não ficar assustado, pois não curto muito ficar no escuro em tempo trovoso. Assim , tive que escolher em ficar com a lanterna do celular ligado ou no escuro escutando música… pois, bem, optei pela segunda e foi a ir que tudo começou. Em meio ao breu me retirei da sala e me coloquei em frente a sala do quarto, com minhas mãos , abri a janela e comecei a observar calmamente e deliciosamente a escuridão da rua e o barulho da chuva, notei também que o céu estava a mais pura treva*.

Foi quando comecei a me lembrar das proezas que realizava quando eu era pequeno, coisas do tipo movimentar objetos em estado de transe, ritos mágicos incríveis e infalíveis, com dez anos de idade, até mesmo ver certas figuras espirituais. E me perguntava o porquê nunca mais me acontecia nada mais de sobrenatural e o porquê da minha fé ter evaporado completamente da minha vida? E nesse exato momento começou a tocar uma das músicas que me tira da realidade por alguns minutos que era a “Whisper” ( música da banda Evanescence) e em seguida “Sweet Dreams” ( música reinterpretada pela banda Marilyn Manson)… nesse mesmo instante de perda de realidade e de raciocínio, minha mente em turbilhões criou ou conjurou uma criatura que estava cheio de correntes em si, e sentado em cima de um selo que era uma espécie de estrela de salomão; o qual alterava as vezes para um pentagrama formado por letras antigas, onde era possível ver tochas grandes e fixa a terra úmida, que possuía uma chama azul que iluminava a figura em seu centro.

Com o passar dos segundos, rapidamente, a criatura ainda sendo formada, começou a explicar o que era e o que representava, e foi em questões de segundos, ela olhou para mim e pude ver seu olhar muito paralisante e sombríaco, olhos os quais eram fundos e negros que refletiam o brilho do luar.

Além disso, percebi que estava me vendo no fundo daquele ser . .. e como se fosse uma pergunta a criatura revelou que era o meu EU supremo acorrentado por minha ignorância e avareza. E disse mais que ele se manifestava as vezes quando eu era criança e que utilizava aos poucos os dons que ele proporcionava e que eu estava a caminho de usar ou dominar  a “essência” dele por completo. Ele afirmava que se em seguisse para o caminho da luz e pureza estaria realizando grandes proezas sobre-humanas o qual a humanidade se impressionaria. Porém, fui impregnando  minha alma de sensações negativas e de sentimentos diabólicos que o aprisionou daquele jeito que eu o via.

Vendo aquele cenário e aquele ser de olhar forte e que me transmitia uma energia e vibração fora do normal – só fiquei a lembrar das cenas frias e ruins que já pratiquei contra o próximo. Por causa, disso que tudo foi modificando e ficando mais distante . E que quando tinha meus 4 anos dizia ser um anjo e que conversava com ”eles”, entendo que aos poucos fui me corrompendo e me tornando um ser oco e vazio que me encontro nesse momento. A criatura me mostrou um pouco dos seus mínimos dons e disse que já fui encarnações de nomes muito importante para a história do ocultismo e que nessa eu só tenho que buscar e unir todas que deixei registrado e jogar a humanidade para que possamos dar um salto para a evolução. Ele disse que era para eu aos poucos tirar ele de cada corrente que o aprisionava , pois só assim as forças superiores que regem esse mundo poderá soltá-lo e permitir que ele me conduza para meu interior supremo e a manipulação da quintessência que ele dizia.

– Até o presente momento estou sem entender direito como vou fazer isso? Sendo que me encontro descrente até da minha existência.

Fechei a janela e 1 minuto aproximadamente a energia voltou a gerar luz em minha casa e me encontrava ainda paralisado com o ocorrido. Em seguida fui instruído por uma voz feminina que não se apresentou me dizendo o que era para anotar no papel o que a divindade do meu EU supremo que dizer por fim. E eu o fiz(…).

Na mensagem era necessário que colocasse a data de quando ocorreu este contato e como já escrevi anteriormente, que foi numa sexta – feira 19 de dezembro de 2014. Prossegui com a cena que presenciei e a voz feminina me acompanhando mais dizendo muito rápido:

“Hoje, tive a presença e/ou manifestação de uma divindade superior que dizia ser o meu EU supremo e que se encontrava preso sob meus erros.

A divindade alegava que o meu coração se encontrava “oco” para às várias sensações do meu espírito e da minha magia por causa das minhas maldições lançada ao próximo, sem nenhuma compaixão , apenas egoísmo. Além disso, o ser dizia que minha falta de fé me levava a mais distante energia, abrindo espaço aos seres obscuros. Acorrentando a divindade do meu EU revelado para minha pessoa”.

Então, após esse dia me encontro desanexado frequentemente da realidade e muitos fenômenos estão me acontecendo , vamos aguardar a cena dos próximos capítulos.

CASO ALGUÉM SAIBA O QUE DE FATO ACONTECEU, POR FAVOR, DEIXE SEU COMENTÁRIO NA PÁGINA OFICIAL DO OCULTISMO E BRUXARIA (FACEBOOK). APENAS ENCONTREI HISTÓRIA SOBRE O PROMETHEUS. Nosso posta termina por aqui 🙂 . Não esqueçam  de divulgarem .

Encantamento da Chama Sagrada!

Olá,  estudiosos em magia!  Hoje, falarei um pouco sobre a Lenda de um encantamento chamado Fogo Sagrado e/ou Chama Sagrada (…). Segundo a lenda, O Fogo Sagrado teria surgido durante a Idade-Média, no período das disputas alquímicas,  em que o objetivo era transmutar metais menos nobres em Ouro, ou Prata. Mas, a pergunta que nos cerca é: O que isso resultou na criação do Fogo Sagrado?

Explicando melhor uma teoria, fundamentada com base no tema, era que os alquimistas ao manusearem o fogo haviam  deixado cair componentes alquímicos no mesmo, de maneira que resultara em cores variadas  da chama.

Entretanto, existem outras teorias que adquirem princípios místicos como base, mas o que nos importa no momento é o uso da Chama Sagrada. De acordo com a concorrência (*-*) o uso desse encantamento seria para fins benéficos, tais como:  consagração de objetos, alinhamento de chakras, purificação de ambiente, invocações aos elementais do fogo e para meditações.

COMO PREPARAR O RITUAL DO FOGO SAGRADO?

Bem,  para dizer a verdade esse encantamento é bem mais complexo do que se possa imaginar, visto que são poucos os que realizaram . Enfim, como foi transcorrido anteriormente esse fenômeno mágico é um fator alquímico, os quais são poucos aqueles que criam os componentes. Mas não se desespere, pois existe um site que você, meu discípulo, pode adquirir a “Erva Sagrada” para o rito.

SITE FLOR DA ALMA: http://www.flordaalma.org/fs.htm

Destacando que não possuo nenhum vínculo com o site em questão. Por isso, recomendo que busque saber direito sobre as formas de pagamento e seguros.

E este post termina por aqui (:))! Divulguem nosso blog !

 

 

Ocultismo e Magia!

A capacidade humana de questionar-se é uma de suas maiores virtudes ao longo da história. O simples ato de buscar o auto-conhecimento, compreender a própria origem e um significado supremo da existência na Terra, conduziu o destino de civilizações, desenvolveu conceitos que se estenderam por vários séculos e gerou um infinito e crescente ciclo ideológico.

A espiritualidade é o combustível desta incessante busca. É quem santifica o homem e consagra a terra. É quem desenvolve o conhecimento e o direciona ao próprio benefício. É neste momento que nasce o conceito de um deus responsável pela criação do universo, de forças e seres superiores que conduzem a existência humana. A fé, oriunda no espírito humano, e o dogma, são as principais colunas que sustentam as religiões e doutrinas espalhadas ao longo do globo terrestre.

Se toda religião é formada basicamente de fé e misticismo, podemos compreender que religião e ocultismo estão interconectados. Dessa forma, concluímos que ocultismo é o conhecimento secreto das religiões, que pode ser acessível apenas aos membros mais elevados na hierarquia de determinadas ordens.

Na sociedade contemporânea, ocultismo também designa temas sobrenaturais, e até certo ponto, supersticiosos, que não tenham um caráter religioso formal, mas que estejam relacionados às filosofias e doutrinas. A religião e o ocultismo também são responsáveis por criar grupos sociais que podem estar associados a manifestações culturais e políticas, por exemplo.

Não existem bases confiáveis para se estabelecer um ponto de partida comum das crenças. Mas pode ser na cultura dos babilônios e egípcios do período pré-cristão, que está a raiz do ocultismo ocidental. Os deuses e religiões desta época se desenvolveram ao longo das eras, sofreram transformações agregando em si diversos elementos de outras culturas, emergindo novos conceitos e ressurgindo velhas crenças.

Ao longo dos tempos, a humanidade divinizou alguns de seus filhos, que se tornaram profetas e imortais no coração e na crença de tantos outros. O homem sagrou terras, erigiu templos e monumentos, louvou a vida e entoou cânticos em nome de suas divindades e da própria fé. Mas a fé combinada com a vaidade e a ganância promoveu guerras, escravizou, segregou e retardou a evolução do espírito.

Na Cultura Obscura não há apologia à nenhuma crença ou religião. Porém, há, após tantas divagações e suposições, a certeza de que a consciência coletiva caminha em busca do conhecimento e da elevação espiritual, utilizando-se da capacidade de crer e ao mesmo tempo questionar, intrínsecas à alma humana.