Teoria do Bafomé

Hey,  friends! Estou aqui para comentar sobre uma criatura que muitos assemelham a imagem do próprio Satanás, mas que de forma enigmática pouco se sabe.  Esse que foi “criado” pela Ordem Secreta dos Templários durante a Idade-Média, e que teria sido redescoberto pelo ocultista francês, Eliphas Lévis,  séculos mais tarde (…).

Para desvendarmos,  brevemente,  tal criatura,  precisa-se certamente trazer tal enigma de volta ao mundo – enigma que denominamos de Bafomé.  Este que, por sua vez, foi cultuado por diversos ocultistas de maneira diferente. Além disso,  deve-se ressaltar que a lenda do Bafomé surge momentos antes dos Templários, como, por exemplo o próprio Maomé e até mesmo os Babilônios descrevem tal criatura que possuía cabeça de bode e corpo humano, sem negligenciar  que ambos relatam que esse ser tinha asas .

No entanto,  o Bafomé era descrito conforme sua aparição e/ou reencarnação, ganhando, então, aspectos diferentes.

BAPHOMET SEGUNDO ELIPHAS LÉVI

No livro Dogma e Ritual da Alta Magia, escrito por Eliphas Lévi,  o retrato do Baphomet adquire uma forma exótica e inusitada,  cuja forma é construída através de mistura de seres-místicos-pagãos.

Vejam a seguir a lógica construtiva de Eliphas Lévi à imagem do Baphomet, segundo o grupo de estudo O.E.B:

O Bafomé é uma criatura que possui cabeça de bode, igualmente aos Sátiros (criaturas da mitologia grega),  cultuado pelas bruxas  –  mas na verdade era o Deus Cernunnos do bosque –  e  seios que representam o semblante da vida feminina; o qual também suas mãos  indicam o céu e a terra conforme o Deus Hermes Trismegisto. De modo que o Caduceu era mais uma referência ao Hermes e também para representar o lado masculino do Baphomet, visto que a criatura era hermafrodita, pois, assim,  poderia  ser exaltado por qualquer ocultista, sem dar preferência ao sexo do mesmo.  E além disso sua cabeça tinha o pentagrama com a Estrela voltada para cima, pois de acordo com as bruxas era um símbolo de proteção, cujo símbolo era acompanhado com uma tocha no qual contém o fogo sagrado do coração de Cristo. E para finalizar tal retrato o Baphomet possuía asas porque era um anjo cultuado pelos antigos templários.

Portanto,  Eliphas Levi tentou fazer do Baphomet um novo anjo,  o qual surgia para os ocultistas de forma gloriosa. Mas que infelizmente foi inferiorizado em um simples Demônio, assim como Cernunnos citado anteriormente.

Nosso post termina por aqui e não esqueça de divulgar (:)) !

Destacando que acima fora visto duas formas da nomenclatura do Bafomé ou “Baphomet” , ambos estão corretos e podem ser usados de maneira livre pelos ocultistas e bruxos.

 

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s